Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
História do Município

Foi na confluência dos Rios Paraná e Tietê, que em 1858, nasceu a Colônia Militar de Itapura, ou seja, Estabelecimento Naval de Itapura, protegido pelos Saltos de Itapura (em tupi-guarani: ?salto das pedras?) e Urubupungá, hoje submersos pela represa de Jupiá.

Com o avanço da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, a Colônia inaugurou em 1911 a Estação Itapura, onde efetuava a travessia do Rio Paraná, através do Ferry Boat, para ligação com a Estrada de Ferro que dirigia a Corumbá.

O povoado de Itapura, no Município de São José do Rio Preto, foi elevado a Distrito de Paz em 1909. Toda parte desse Distrito, situada à margem do Rio Tietê, foi incorporada ao Distrito de Paz de Penápolis pela Lei nº 1225, de 16 de outubro de 1910.

Em 1911, declina a importância do povoado com a mudança do local de pouso para Araçatuba e Lussanvira. Itapura foi incorporado ao Município de Monte Aprazível em 1924; passou-se a denominar-se Novo Oriente, e a sua sede foi transferida para a povoação deste último nome, sendo elevado a Município em 1938, com o nome de Pereira Barreto.

O Distrito de Itapura voltou a ser criado em 1959, com sede no antigo povoado e território desmembrado do Distrito de Bela Floresta.

O fechamento da Barragem de Jupiá fez com que mudassem a cidade de seu local original, para um ponto mais elevado onde encontra-se hoje instalada.

Gentilico: Itapurense